Não se cura um mal com outro

terapia natural

É só a tristeza bater que você pensa “Ai meu Deus, preciso ir as compras” ou “Preciso comer” ou “Preciso de férias”, a gente vive precisando, e como cada caso é um caso hoje vou falar só de comprar! Comprar é bom? Pra quem gosta, é claro que sim! Afinal, tem gente que odeia ir as compras, prefere almoço na casa da sogra do que ir as compras. Eu sei que existem sogras bacanas, foi só pra descontrair, no ano passado, quer dizer, no ano retrasado (ano de vestibular), pior, ano que cursinho pré vestibular, pra não comer a Cidade inteira de João e Maria, eu comprava, um vestido por semana, nenhum muito caro, comprava com o dinheiro que sobrava do almoço da semana, não que me orgulhe de ser uma consumista, aliás, nem acho que eu era, só uso vestidos, saias, abandonei as calças faz muito tempo, a tempos não faço uma aquisição inútil, e também, nunca fiz dívidas pra comprar, o problema é que quando bate a carência, aquele vestido que você achava o absurdo de caro (mas que é lindo), em uma loja que você nem gosta tanto assim (mas que é lindo), de um material que não vale nem a metade do preço (mas que é lindo), se torna a coisa mais acessível do mundo, você segura o cartão com todo o amor e carinho contra seu corpo e pensa “Ah, eu trabalho, eu me esforço, eu mereço.” Segura na mão do vendedor que parece urubu na carniça e vai, ele eleva tanto seu ego, que é capaz de te fazer comprar até outras coisas, tirar metade do salário dele em comissão, as suas custas. Ai a tristeza passou, mas a fatura do cartão não, esta ainda há de chegar, e depois, no seu guarda-roupa, o vestido nem parece tão bacana assim, e ele não te faz tão mais especial assim! E ai você já tem outra crise prevista, afinal, pra que existe o cheque especial? Sim, foi uma pergunta retórica que nem eu sei responder, acredito que seja pra pessoa ficar endividada e ai sim, entrar em um problema real, minha amiga costuma dizer que cartão de crédito é o demônio plastificado, haha E deve ser. Bateu a tristeza? Escuta sua musica favorita, compra! Mas compra uma barra de chocolate ou algo que libere serotonina que vai te fazer um bem danado, vai dar uma volta no parque, ver gente bonita, vai na varanda de casa tomar um ar, dar uma volta com o seu cachorro, caso não tenha, vai com o do vizinho, pega o vizinho pra melhorar o astral, se ele for solteiro, claro! Mas compras de roupas, sapatos e coisas do gênero é coisa pra se fazer sã, e muito atenta aos detalhes e custo benefício, dica de uma pecadora pra todas as outras do mundo, a unica compra emergencial que eu apoio, é a da rasteirinha que quebra na rua e você é obrigada a pagar 40 reais em um chinelo havaianas, caso contrário, força nesse rebolado, e segura esse cartão ai.  Sabe por quê? Porque quando comprar se torna uma necessidade, pode futuramente se tornar uma compulsão, ai a tristeza vai bater e você vai querer comprar, e depois a tristeza vai bater por não poder comprar, e a solução para a maioria dos males, ainda é evitar.

 

Ágata de Souza

Anúncios

10 comentários em “Não se cura um mal com outro

  1. escrevendoestilo disse:

    Comprar é ótimo, ruim e pagar! haha, amei o post!

  2. dayvieirah disse:

    Ai amiga isso é verdade, se eu tivesse desistido de comprar aquela bolsa super cara e aquela sandália que só usei uma vez e milhares de outras coisas que ficam só de enfeite no meu guarda roupa hoje eu estaria com o meu Iphone na mão, não que seja indispensável mas é que ela vai me ajudar muito mais do que as coisas desnecessárias que eu compro. Ótimo post como sempre e beijinhos.
    http://crescendoaospoucos.wordpress.com/

  3. marianavicente disse:

    Haha… que jeitinho descontraído e gostoso esse seu, de dizer que esse não é o caminho certo rs
    Curti bastante *-*-*
    beijos

    Blog Flicka / Fan Page / Canal

  4. mahsimas disse:

    Adorei esse post!!
    Já fui assim, na época que eu tinha um PAItrocino, sempre que batia a depre, eu compensava em compras. A partir do dia em que comecei a bancar meu cartão, mudei meus conceitos…
    Hoje, é muito difícil quando eu to triste, ir as compras… nem me animo mais (até quando não sou eu quem paga).
    Estou numa fase de pensar mil vezes e pesquisar horrores antes de comprar uma blusinha!!!
    Beijinhos e ótima semana ;***

    http://mahsimas.wordpress.com

  5. Grazielle Lemos disse:

    Adorei o post… Ainda bem nunca fui dessas que pra me animar preciso comprar… Comprar é bom, mas nunca me ajudou a passar a tristeza e talz… até como a primeira menina disse… “comprar é bom, ruim é pagar”… haha… 😉
    Beijos

    http://www.frescurasdemulherzinha.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s